Relate aqui a falta de EPI

Logomarca do Conselho Federal de Medicina

#LINHADEFRENTE
Boas
práticas

CLIQUE AQUI E ACESSE O CONTEÚDO DISPONÍVEL

15.04.2020

COVID-19: CFM esclarece posição a respeito do cadastramento de médicos junto ao Ministério da Saúde

Em nota pública sobre a ação “O Brasil conta comigo”, o Conselho Federal de Medicina (CFM) afirma que a autarquia vai encaminhar ao Ministério da Saúde os dados e informações solicitados “como tem feito historicamente em sua cooperação com as autoridades públicas que o requisitaram”, mas que confia no posicionamento público do Ministério da Saúde ” de que não haverá convocação obrigatória e coercitiva de profissionais da saúde, mas chamamento dos que estão se cadastrando voluntariamente para colaborar com o Brasil neste momento de emergência na saúde pública.”

A nota pode ser acessada aqui.

O CFM também mostra preocupação com a segurança dos profissionais de saúde que estão na linha de frente de combate ao coronavírus. “É inconcebível que médicos e demais profissionais da saúde sejam alocados na linha de frente da assistência sem a proteção necessária preconizada, lembrando que o contágio pelo coronavírus pode gerar baixas nesse grupo e, acima de tudo, colocar em risco a saúde e a vida desses profissionais”, alerta.

Na manifestação, o CFM agradece a atuação dos médicos brasileiros na luta contra o coronavírus, “muitas vezes sacrificando sua própria segurança e de seus familiares em prol da saúde coletiva e da vida de cada brasileiro.

Comente
Fazer um comentário
Fale Conosco